SÍNDROME DE ANGELMAN cid

CID

SÍNDROME DE ANGELMAN CID

A Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID; em inglês: International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems, ICD)  para a Síndrome de Angelman é:

CID 10: Q93.51 = Síndrome de Angelman

Q93 = Monossomias e deleções dos autossomos, não classificadas em outra parte

Q93.5 = Outras deleções parciais de cromossomo

Em 2018 o National Center for Health Statistics designou um código ICD-10 específico para a síndrome de Angelman, um distúrbio do neurodesenvolvimento causado por mutações genéticas. A designação do código CID-10 resultou de um esforço conjunto da A-BOM Alliance, líderes na indústria biofarmacêutica, médicos, especialistas, farmacêuticos e outros profissionais de saúde. O novo código CID-10 (Q93.51) entrou em vigor em 1º de outubro de 2018.

Até 2018, a síndrome de Angelman estava incluída no código CID-10 Q93.5, que contém um grande grupo de doenças com diferentes causas genéticas e diferentes estratégias de tratamento e não é específico da síndrome de Angelman. O código CID-10 dedicado para a síndrome de Angelman tornará mais fácil para a área médica conduzir pesquisas epidemiológicas e estudos retrospectivos, determinar a prevalência real e as taxas de morbidade e mortalidade, recrutar pacientes para ensaios clínicos, rastrear resultados de intervenções clínicas e desenvolver protocolos para padrões de cuidado.